18:28 18 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Manifestantes pedem o fim da guerra na Síria durante protesto em frente à Casa Branca

    Casa Branca não acredita que EUA estão à beira de uma guerra com Rússia na Síria

    © @BAMNecessary
    Mundo
    URL curta
    1041512

    Os Estados Unidos "preservam o direito de autodefesa na Síria", mas isso não significa que eles estão à beira de um conflito militar com a Rússia. A declaração é do porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, em uma coletiva de imprensa na Casa Branca nesta segunda-feira (19).

    Spicer disse que "os EUA mantêm o direito de autodefesa na Síria" após o incidente em que as forças da coalizão derrubaram um avião sírio. Quando perguntado pelo jornalistas se a declaração sugeria que os "EUA estariam à beira da guerra com a Rússia", Spicer afirmou: "Não, eu não disse isso". 

    A coalizão internacional liderada pelos EUA que luta contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) na Síria e no Iraque confirmou que tinha derrubado um avião sírio Su-22 na província de Raqqa após este ter supostamente lançado bombas próximo das posições da oposição síria (Forças Democráticas Sírias).

    Nesta segunda-feira (19), o Ministério da Defesa russo disse em um comunicado que a derrubada do avião da Força Aérea síria pela aviação norte-americana é uma "violação cínica da soberania da República árabe da Síria".

    Mais:

    Su-22 derrubado: guerra na Síria está entrando em uma nova fase?
    Rússia continuará a exportar armas para Síria
    Rússia: Novo ataque da coalizão dos EUA representa início de conflito aberto na Síria
    Rússia modernizará caças Su-35S depois da experiência na Síria
    Tags:
    autodefesa, conflito, guerra, caça, avião, derrubada, Su-22, coalizão internacional, Casa Branca, Sean Spicer, EUA, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik