21:11 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Cidade de Deir ez-Zor

    Rússia: Coalizão dos EUA bombardeia tropas sírias e deixa terroristas escaparem do cerco

    © AFP 2019 / AHMAD ABOUD
    Mundo
    URL curta
    85361
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa russo acusou a coalizão liderada pelos EUA de bombardear o exército sírio, deixando os terroristas de Daesh escaparem do cerco e reforçarem suas posições. A informação é do chefe operacional do Estado-Maior da Rússia, Sergei Rudskoy.

    "Ao declarar que seu objetivo é a luta contra o terrorismo internacional, a coalizão realiza ataques contra as tropas sírias, deixa os militantes do Daesh fora das áreas de cerco, fortalecendo unidades terroristas perto de Palmira e Deir ez-Zor", diz o Estado-Maior russo. 

    O Estado-Maior russo disse que a coalizão liderada pelos EUA apenas impede o avanço do Exército sírio contra os terroristas do Daesh (Estado Islâmico), realizando ataques contra as forças pró-Damasco perto de Tanf.

    "No momento vemos que as ações da coalizão só impedem a derrota dos grupos do Daesh por parte das forças governamentais", afirmou Rudskoy a repórteres nesta sexta-feira (9).

    Segundo ele, os militares russos não veem resultados significativos da luta da coalizão contra o terrorismo.

    A coalizão internacional liderada pelos EUA realizou dois ataques contra tropas sírias em menos de um mês.

    Mais:

    Coalizão americana bombardeia forças sírias mais uma vez
    Opinião: ações da coalizão podem provocar crise na Síria
    Síria diz que ataques da coalizão liderada pelos EUA fortalecem Daesh
    Ataque da coalizão dos EUA contra soldados sírios matou ao menos dois e deixou 15 feridos
    Tags:
    ataque aéreo, terrorismo, coalizão internacional, Daesh, Estado Islâmico, Sergei Rudskoi, Deir ez-Zor, Palmira, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar