21:39 13 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Primeira-ministra britânica, Theresa May, após reunião com a Rainha Elizabeth II, em anúncio de que recebeu autorização para formação de novo governo, 9 de junho de 2017

    Theresa May descarta renúncia e diz que vai formar novo governo

    © AFP 2019 / Ben STANSALL
    Mundo
    URL curta
    3 0 0
    Nos siga no

    A primeira-ministra do britânica, Theresa May, declarou nesta sexta-feira (9) que recebeu a permissão da Rainha Elizabeth II para formar um novo governo e guiar o país nas negociações do Brexit.

    "Eu acabei de me reunir com sua Majestade, a Rainha, e irei formar um governo, um governo que possar dar estabilidade e liderar a Grã-Bretanha neste momento crítico para o nosso país", disse May.

    O Partido Conservador ganhou 318 dos 326 assentos necessários para formar uma maioria no parlamento nas eleições realizadas na última quinta-feira (8). O Partido Trabalhista conquistou 261 assentos, enquanto Partido Nacional Escocês obteve 35 lugares, os Liberais-Democratas – 12, o Partido de Independência do Reino Unido – 10, outros – 11.

    "Este governo irá guiar o país através das negociações cruciais do Brexit que começam em apenas 10 dias, e cumprir a vontade do povo britânico tirando o Reino Unido da União Europeia", disse May.

    Após o anúncio dos resultados preliminares das eleições, o líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, exigiu a renúncia da primeira-ministra. Segundo ele, Theresa May "perdeu cadeiras conservadoras, perdeu votos, perdeu apoio e perdeu confiança". "Eu digo que isto é o suficiente para partir", declarou ele. 

    A primeira-ministra, no entanto, descartou a possibilidade de renunciar, afirmando que os dois partidos "têm cultivado uma forte relação durante muitos anos", dando confiança de que será possível "trabalhar juntos nos interesses de todo o Reino Unido".

     

    Mais:

    Reino Unido: Parlamento sem maioria; Theresa May enfrenta pressão para renunciar
    Prévia: Theresa May vence eleições no Reino Unido, mas perde maioria no Parlamento
    May despenca em junho: premiê britânica em apuros na véspera das eleições
    May: Reino Unido está pronto para o Brexit mesmo sem acordo
    Tags:
    governo, renúncia, parlamento, eleições, Elizabeth II, Jeremy Corbyn, Theresa May, Grã-Bretanha, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar