02:54 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Mediador da ONU na Síria, Staffan de Mistura dá uma conferência de imprensa no final das conversações de paz da Síria nas Nações Unidas, em Genebra, Suíça, 24 de março de 2016

    Staffan de Mistura espera que encontro de Putin com Macron produza resultados para a Síria

    © REUTERS / Denis Balibouse
    Mundo
    URL curta
    2 0 0
    Nos siga no

    O recente encontro entre o presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o chefe de Estado francês, Emmanuel Macron, pode contribuir para a resolução da crise na Síria. É o que acredita o enviado especial da ONU para a república árabe, Staffan de Mistura.

    "Espero que o encontro dos presidentes Putin e Macron ajude a acelerar a busca de uma solução política para essa crise", afirmou o funcionário das Nações Unidas após um encontro com o ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian.

    Os líderes de Rússia e França se encontraram no último dia 29, em Versailles, onde discutiram uma série de questões bilaterais e também alguns assuntos de grande importância da agenda internacional, incluindo a situação da Síria. 

    A Síria se encontra mergulhada em um grande conflito armado desde março de 2011, com as tropas do exército tendo que combater jihadistas e rebeldes apoiados por nações estrangeiras. As estimativas da ONU dão conta de que entre 300 mil e 400 mil pessoas já teriam morrido nessa guerra. 

    Mais:

    Putin: Não existem provas do uso de armas químicas pelas forças de Assad na Síria
    Macron diz que quer fortalecer cooperação com a Rússia sobre a Síria fora da coalizão
    Tags:
    ONU, Emmanuel Macron, Staffan de Mistura, Jean-Yves Le Drian, Vladimir Putin, Versailles, Síria, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar