02:12 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    2 0 0
    Nos siga no

    O recente encontro entre o presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o chefe de Estado francês, Emmanuel Macron, pode contribuir para a resolução da crise na Síria. É o que acredita o enviado especial da ONU para a república árabe, Staffan de Mistura.

    "Espero que o encontro dos presidentes Putin e Macron ajude a acelerar a busca de uma solução política para essa crise", afirmou o funcionário das Nações Unidas após um encontro com o ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian.

    Os líderes de Rússia e França se encontraram no último dia 29, em Versailles, onde discutiram uma série de questões bilaterais e também alguns assuntos de grande importância da agenda internacional, incluindo a situação da Síria. 

    A Síria se encontra mergulhada em um grande conflito armado desde março de 2011, com as tropas do exército tendo que combater jihadistas e rebeldes apoiados por nações estrangeiras. As estimativas da ONU dão conta de que entre 300 mil e 400 mil pessoas já teriam morrido nessa guerra. 

    Mais:

    Putin: Não existem provas do uso de armas químicas pelas forças de Assad na Síria
    Macron diz que quer fortalecer cooperação com a Rússia sobre a Síria fora da coalizão
    Tags:
    ONU, Emmanuel Macron, Staffan de Mistura, Jean-Yves Le Drian, Vladimir Putin, Versailles, Síria, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar