16:54 18 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    26110
    Nos siga no

    O presidente da França, Emmanuel Macron, durante entrevista coletiva com o presidente russo, Vladimir Putin, nesta segunda-feira (29), declarou que a agência Sputnik e a emissora RT produziram material desfavorável a ele durante o período eleitoral na França.

    O porta-voz presidencial da Rússia, Dmitry Peskov, declarou que o Kremlin não concorda com as declarações do presidente da França sobre a Sputnik e a RT. 

    "Nós não concordamos com esta avaliação", disse Peskov. 

    Anteriormente, Macron havia declarado que a agência Sputnik e a emissora RT não tiveram acesso à sua sede eleitoral durante a cobertura do primeiro turno das eleições francesas por terem supostamente "divulgado informações falsas, calúnias".  

    O comitê do presidente francês acusou a Sputnik e RT, em particular, de divulgar informações sobre a existência de contas bancárias de Macron nas Bahamas. 

    A editora-chefe da Sputnik e RT, Margarita Simonyan, havia declarado que o porta-voz de Macron não soube fornecer um único exemplo de "disseminação de notícias falsas na internet" por parte dos meios de comunicação russos.

    Nesta segunda-feira (29), após as declarações de Macron em entrevista coletiva com o presidente russo, Vladimir Putin, Simonyan publicou em seu Twitter que "se seguirmos a lógica de Macron, todos os principais meios de comunicação deveriam ser expulsos da Rússia".  

     

    Mais:

    Emmanuel Macron: Sputnik e RT fizeram propaganda contra mim
    Macron diz que quer fortalecer cooperação com a Rússia sobre a Síria fora da coalizão
    Editora-chefe comenta afirmações de John Podesta sobre Sputnik e RT
    'Propaganda de Putin': jornal britânico ataca Sputnik e RT de novo
    Tags:
    declarações, notícias falsas, propaganda, entrevista coletiva, Kremlin, Sputnik, RT, Dmitry Peskov, Vladimir Putin, Margarita Simonyan, Emmanuel Macron, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar