14:22 01 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    302
    Nos siga no

    Dois sírios foram presos na Sicília por suspeitas de terrorismo, enquanto sete dos principais líderes mundiais em outro ponto da ilha durante a Cúpula do G7, informou a agência ANSA.

    A Polícia Antiterrorismo da Itália informou que eles chegaram à ilha em uma embarcação vinda de Malta. Os suspeitos foram presos no porto de Pozzalo, a 130 quilômetros do local onde a cúpula acontecia.

    Telefones dos suspeitos traziam fotos com combatentes suicidadas e cintos explosivos. Informações preliminares dão conta de ligações com a Líbia, país que mantém células ativas de jihadistas desde a morte do líder Muammar Kadhafi em 2011.

    Um dos dois é menor de idade, e o outro tem 25 anos. Os dois tinham sido registrados na Itália anteriormente como refugiados.

     

    Tags:
    Cúpula do G7, Polícia Antiterrorismo da Itália, Ansa, Muammar Kadhafi, Pozzalo, Malta, Sicília, Líbia, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar