02:41 18 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    001
    Nos siga no

    O decreto de Donald Trump sobre imigração sofreu nova derrota nesta quinta-feira (25) após um tribunal de apelações ter mantido o bloqueio da ordem executiva da administração norte-americana.

    O Departamento de Justiça dos EUA vai recorrer diante da Suprema Corte para reverter a decisão do Tribunal de Apelações de manter bloqueada a ordem executiva do presidente Donald Trump que proíbe a entrada de cidadãos de seis países muçulmanos. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (25) pelo procurador-geral Jeff Sessions.

    O Departamento de Justiça "continuará a defender vigorosamente o poder e os deveres do Poder Executivo para proteger os cidadãos deste país e vai buscar uma revisão deste caso na Suprema Corte", disse Sessions. 

    Um tribunal de apelações da Virgínia decidiu nesta quinta-feira manter sob vigor o bloqueio do decreto sobre imigração do presidente dos EUA, Donald Trump. 

    "O Congresso deu amplos poderes ao presidente para proibir a entrada de estrangeiros, mas estes poderes não são absolutos, eles não podem ser deixados sem supervisão em casos como este, quando o presidente emite uma ordem executiva que pode causar danos irreparáveis às pessoas em todo o país.", diz a decisão judicial.

    Em 6 de março, Donald Trump assinou um decreto de imigração atualizado que proibia temporariamente a entrada nos Estados Unidos dos cidadãos da Síria, Iêmen, Sudão, Líbia, Somália e Irã.

     

    Mais:

    Tribunal dos EUA mantém bloqueio do decreto sobre imigração de Trump
    Decretos de Trump sobre imigração já prenderam mais de 41 mil pessoas
    Juiz do Havaí suspende nova proposta de Trump para a imigração
    Tags:
    EUA, Donald Trump, Departamento da Justiça dos EUA, justiça, imigração, decreto, ordem executiva
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar