21:28 18 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Avião militar italiano do Eurofighter Typhoon patrulha sobre os Bálticos durante uma missão da vigilância aérea da OTAN a partir da base aérea de Zokniai, perto de Siauliai

    OTAN se junta à coalizão internacional para combater Daesh

    © REUTERS / Ints Kalnins
    Mundo
    URL curta
    19712

    A cúpula dos países-membros da OTAN decidiu que a aliança integrará a coalizão internacional para combater o grupo terrorista Daesh, disse o secretário-geral da organização, Jens Stoltenberg, nesta quinta-feira, durante a coletiva de imprensa de encerramento da cúpula.

    Segundo ele, a aliança também decidiu ampliar o uso do Sistema Aéreo de Alerta e Controle (AWACS) para orientar as aeronaves da coalizão no Oriente Médio. 

    "Decidimos ampliar o nosso apoio à coalizão global de combate ao Daesh. O nosso sistema Sistema Aéreo de Alerta e Controle (AWACS) vai melhorar o tráfego aéreo da coalizão e diversos membros da OTAN anunciaram o financiamento do reabastecimento aéreo do AWACS", disse Stoltenberg aos jornalistas após o final da reunião dos chefes de Estado e de governo dos países-membros da OTAN.

    Mais cedo, o secretário-geral da organização destacou que o ingresso formal na coalizão seria importante por dois motivos. Em primeiro lugar, este seria uma declaração de efetivo suporte do combate ao terrorismo. Além disso, a medida contribuiria para uma melhor coordenação das ações dos membros da coalizão, da qual participam todos os países-membros da OTAN.

    No entanto, Stoltenberg reiterou que a OTAN não participará de operações de combate.

    "Concordamos que a OTAN se tornará membro pleno da coalizão, com a participação de todos os 28 países-membros. Fazer parte da coalizão não significa que vamos participar de ações de combate", avisou Stoltenber aos jornalistas.

    Mais:

    Moscou: OTAN pode ajudar na luta contra o terrorismo se esse for seu objetivo
    Trump: OTAN deverá se focar em combater terrorismo, migração e ameaças da Rússia
    Secretário-geral da OTAN: Aliança não irá lutar contra Daesh e ponto final
    OTAN pretende intensificar o combate contra Daesh no Iraque
    Na tentativa de derrotar o Daesh, OTAN inicia treinamentos no Iraque
    Tags:
    antiterrorismo, coalizão internacional, Daesh, OTAN, Jens Stoltenberg
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar