03:01 28 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    1735
    Nos siga no

    Varsóvia considera a Rússia como a principal ameaça à segurança coletiva da OTAN, afirmou o chefe da Agência de Segurança Nacional polonesa, Pawel Soloch, em uma entrevista à mídia local.

    "As relações entre a Rússia e a OTAN são uma parte imanente da segurança coletiva, já que quando falamos dela vemos, em primeiro lugar, a ameaça russa", afirmou Soloch à Agência de Notícias da Polônia.

    "É a questão da presença da OTAN no Leste. É a questão da Ucrânia e do conflito que está congelado, mas que continua de fato. É, finalmente, a questão da política russa, inclusive nas vésperas das manobras de outono Ocidente 2017 [exercícios militares conjuntos entre a Rússia e a Bielorrússia] que os russos estão preparando", pormenorizou.

    Ao falar do encontro entre os lideres dos países-membros da OTAN, que se planeja realizar em 25 de maio em Bruxelas, Soloch destacou que "a reunião tem um caráter de trabalho, será curta e por isso não se denomina como cúpula".

    "Será importante que, pela primeira vez, neste encontro comparecerão o novo presidente dos EUA e o novo presidente da França, enquanto os temas já foram definidos: o reforço dos laços transatlânticos, a luta contra o terrorismo e as despesas com a defesa", concluiu.

    Mais:

    OTAN pode regressar ao Ártico e Atlântico para conter Rússia
    Tempestade Primaveril da OTAN na Estônia entra na fase final
    OTAN 'quer usar Montenegro para militarizar Bálcãs'
    Tags:
    segurança coletiva, agressão russa, OTAN, Emmanuel Macron, Donald Trump, Rússia, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar