06:48 08 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    622
    Nos siga no

    O Conselho de Segurança da ONU, em uma declaração nesta segunda-feira, condenou os recentes lançamentos de mísseis balísticos, realizados pela Coreia do Norte, e concordou em adotar novas medidas para evitar incidentes futuros.

    Neste domingo, a Coreia do Norte confirmou oficialmente ter realizado o lançamento bem-sucedido de um míssil balístico de médio alcance no sábado. O míssil caiu no mar do Japão, fora da zona econômica especial do Japão. Pela primeira vez um míssil norte-coreano atingiu a altura de 2 mil quilômetros.

    "Os membros do Conselho de Segurança condenaram veementemente os mais recentes lançamentos de mísseis balísticos conduzidos pela República Popular Democrática da Coreia: em 28 de abril e 13 de maio de 2017", informou o comunicado.

    Além disso, o Conselho de Segurança da ONU classificou as atividades militares da Coreia do Norte de provocadoras e com potencial de desestabilizar a paz na região.

    "Os membros do Conselho de Segurança concordaram que o órgão continuará a acompanhar de perto a situação e adotará medidas significativas adicionais, incluindo sanções, de acordo com a determinação prévia do Conselho", acrescentou a declaração.

    Os membros do Conselho de Segurança declararam que as ações da Coreia do Norte aumentaram ainda mais as tensões na península coreana e fora da região.

    "O Conselho de Segurança exigiu que a República Popular Democrática da Coreia não realizasse mais testes nucleares e de mísseis balísticos", sublinhou o comunicado.

    O Conselho deve realizar uma reunião de emergência na tarde de quarta-feira para discutir os recentes lançamentos da Coreia do Norte.

    Mais:

    Secretário-Geral da ONU condena teste de míssil da Coreia do Norte
    EUA pedem que Rússia e China 'façam o possível' para responder à Coreia do Norte
    Putin e Xi Jinping expressam preocupação com aumento de tensão na península da Coreia
    Tags:
    testes nucleares, mísseis balísticos, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar