17:05 28 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    241860
    Nos siga no

    A Casa Branca acredita que Donald Trump alcançou "o isolamento da Rússia na ONU" durante os primeiros 100 dias de sua governação. A assessoria de imprensa de imprensa da Casa Branca resumiu assim os sucessos de Trump no cargo presidencial.

    A mensagem se refere provavelmente à votação no Conselho de Segurança da ONU em 12 de março da resolução proposta pela Grã-Bretanha, França e EUA.

    O documento propunha ao secretário-geral da ONU ajudar a investigar os incidentes com uso de armas químicas na Síria. Entretanto, a Rússia usou o direito de veto e bloqueou o projeto, chamando-o de "antissírio". A China se absteve.

    Segundo o porta-voz da Casa Branca, o fato de a China ter se abstido significa que a Rússia ficou isolada nos assuntos ligados à situação na Síria.

    "Essa é a opinião dos EUA", comentou Gui Congyou, representante do MRE da China, aos jornalistas. Ele sublinhou que a China e a Rússia têm "relações bilaterais de cooperação e parceria".

    "Os nossos países têm um potencial muito grande de cooperação", disse ele, sublinhando que "a situação no palco mundial não vai influenciar o nosso rumo para o desenvolvimento e aprofundamento da cooperação multilateral e estratégica".

    Mais:

    Casa Branca inclui 'isolamento da Rússia na ONU' na lista dos méritos de Trump
    Coreia do Norte na ONU: 'Vamos até o fim com confrontamento dos EUA'
    Coreia do Norte terá sistema letal de mísseis nucleares submarinos, diz ONU
    Tags:
    isolamento, Donald Trump, Síria, China, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar