19:27 18 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Caça russo na base aérea de Hmeymim, na Síria

    Rússia restabelece memorando russo-americano sobre voos na Síria

    © Sputnik/ Alexander Astafyev
    Mundo
    URL curta
    1577

    A Rússia restabeleceu o memorando firmado com os EUA em 2015 sobre a segurança dos voos no decorrer da operação na Síria, a pedido do secretário de Estado americano, Rex Tillerson, informa o jornal russo Izvestia na terça-feira.

    Rex Tillerson visitou Moscou no passado 12 de abril para se encontrar com o ministro das Relações Exteriores da Rússia Sergei Lavrov e com o presidente Vladimir Putin. As duas partes discutiram vários assuntos da agenda bilateral, incluindo a Síria, logo após o ataque inesperado dos EUA contra instalações militares sírias. Foi, aliás, por causa desse ataque que a Rússia suspendeu o memorando sobre a segurança dos voos com Washington.

    A Rússia anunciou posteriormente ser favorável à reentrada em vigor do memorando, em 13 de abril, um dia após a visita de Tillerson, disse o jornal Izvestia, citando a fonte do Ministério das Relações Exteriores.

    "Rex Tillerson pediu à Rússia, quando esteve em Moscou, para restabelecer o acordo", disse a fonte acima mencionada.

    O memorando foi celebrado em outubro de 2015 logo após a Rússia ter começado sua campanha contra o terrorismo na Síria a pedido de Damasco. Até esse momento a coalizão anti-Daesh, encabeçada pelos EUA, tinha passado um ano bombardeando alvos dos terroristas na Síria sem ter autorização do governo do país.

    O memorando contém instruções especiais para os pilotos, ajudando a evitar incidentes assim como garantir a segurança dos voos, tendo em conta haver duas campanhas paralelas. Além disso, foi estabelecido um canal de comunicação permanente entre os militares dos dois países.

    Mais:

    Rússia: EUA mascaram agressão à Síria com provas inexistentes
    Assad: ataque de mísseis dos EUA contra a Síria mostra que americanos não mantêm promessas
    Tags:
    segurança, voos, Memorando de Entendimento, Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, Rex Tillerson, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik