21:01 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Papa Franciso tenta pegar um lenço jogado por um fiel na Praça São Pedro.

    Papa rejeita convite de Temer para visitar o Brasil

    © REUTERS/ Tony Gentile
    Mundo
    URL curta
    462503356

    Papa Francisco disse em carta enviada ao presidente brasileiro que acompanha com atenção os acontecimentos no país e alertou para "não confiar mais nas forças cegas e na mão invisível do mercado".

    O presidente Michel Temer enviou, no final de 2016, um convite ao Papa Francisco para visitar o Brasil para as celebrações dos 300 anos da aparição da Nossa Senhora Aparecida, comemorados este ano. Em resposta por carta, o pontífice disse que não poderá comparecer por motivos de agenda, mas afirmou que acompanha de perto os acontecimentos do Brasil. 

    Ele declarou que se preocupa com os mais pobres, que são os que mais sofrem com a crise no Brasil. 

    “Sei bem que a crise que o país enfrenta não é de simples solução, uma vez que tem raízes sócio-político-econômicas, e não corresponde à Igreja nem ao Papa dar uma receita concreta para resolver algo tão complexo”, afirmou o Pontífice, citado pela GloboNews. 

    “Porém não posso deixar de pensar em tantas pessoas, sobretudo nos mais pobres, que muitas vezes se veem completamente abandonados e costumam ser aqueles que pagam o preço mais amargo e dilacerante de algumas soluções fáceis e superficiais para crises que vão muito além da esfera meramente financeira”, acrescentou.

    O Papa Francisco ainda fez um alerta ao presidente brasileiro, dizendo que "não podemos mais confiar nas forças cegas e na mão invisível do mercado". 

    Mais:

    Não há hipótese de anulação do impeachment de Dilma, diz Temer (VÍDEO)
    Embaixador diz que Temer pode se encontrar com Trump ainda neste ano
    Papa Francisco pede a 'eliminação total' das armas nucleares
    60 anos do Tratado de Roma: Papa recebe no Vaticano representantes da União Europeia
    Tags:
    mercado, convite, visita, crise, Michel Temer, Papa Francisco, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik