17:25 21 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Foto de arquivo da Força Aérea dos EUA de uma bomba GBU-43

    EUA avaliam os efeitos da 'Mãe de Todas as Bombas' no Afeganistão

    © REUTERS/ US Air Force Photo
    Mundo
    URL curta
    Lançamento da maior bomba dos EUA (15)
    203731317

    As forças norte-americanas no Afeganistão (USFA) estão avaliando os efeitos da bomba GBU-43, apelidada de "Mãe de Todas as Bombas", que foi usada nesta quinta-feira contra as forças do Daesh no país, segundo o porta-voz das USFA, Bill Salvin.

    "Atualmente estamos avaliando o resultado do ataque", disse Salvin nesta quinta-feira. "O ataque foi realizado com objetivo de eliminar importantes posições de defensa do Daesh, incluindo um extenso sistema de túneis e cavernas, que conectavam diversas estruturas operacionais do Daesh".

    Salvin explicou que a bomba GBU-43 foi usada para destruir abrigos do Daesh, restringir o movimento dos combatentes do grupo terrorista no Vale do Mohmand, bem como reduzir o risco para as forças afegãs e dos EUA que realizam operações na área.

    A bomba foi projetada para ter o máximo efeito contra cavernas e túneis, acrescentou Salvin.

    GBU-43 é uma bomba não nuclear convencional de grande rendimento, considerada a mais poderosa arma não nuclear já desenvolvida no momento da sua criação. Esta foi a primeira vez que a bomba foi usada em uma ação de combate. O custo de uma única bomba é de US$ 16 milhões.

    Tema:
    Lançamento da maior bomba dos EUA (15)

    Mais:

    Trump recusa-se a confirmar autorização para uso de bomba gigante no Afeganistão
    Cerca 200 militantes do Talibã se rendem ao governo do Afeganistão
    Paquistão bombardeia regiões orientais do Afeganistão
    Entidades militares dos EUA planejam aumentar contingente no Afeganistão em 5 mil
    Tags:
    Mãe de todas as bombas, GBU-43, USFA, SalvinBill Salvin, Afeganistão, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik