09:04 16 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Cidade de Raqqa na Síria

    Turquia adverte EUA contra participação de curdos em operação na Síria

    © Sputnik / Hikmet Durgun
    Mundo
    URL curta
    690

    O ministro da Defesa turco, Fikri Isik, afirmou nesta quinta-feira que advertiu o secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, contra o uso da ajuda das forças curdas durante a operação para recuperar a cidade síria de Raqqa contra os terroristas do Daesh (Estado Islâmico).

    Mattis foi advertido de conseqüências não especificadas no caso das forças curdas participarem na libertação da cidade Raqqa, de acordo com as declarações de Isik após um encontro entre os chefes de Defesa dos dois Estados.

    "Entre as questões que abordamos hoje com o secretário de Defesa foi o fato de que não queremos que os elementos do PYD (Partido da União Democrática) e o PYG (Unidade de Proteção Popular) sejam usados na operação de Raqqa", disse Isik a jornalistas em Washington.

    Foi relatado anteriormente que a coalizão liderada pelos Estados Unidos contra o Daesh permanece aberta à participação da Turquia na operação para libertar Raqqa.

    Em 1° de abril, o porta-voz presidencial turco, Ibrahim Kalin, havia declarado que Ancara apresentou ao presidente dos EUA, Donald Trump, um plano para libertar Raqqa dos terroristas do Daesh. 

    Mais:

    EUA atacam 'acidentalmente' posições de forças antiterroristas perto de Raqqa
    Pentágono expande base aérea no Norte da Síria para uso em batalha por Raqqa
    Mídia conseguiu filmar militares dos EUA perto de Raqqa
    Turquia apresenta aos EUA plano de libertação de Raqqa, baluarte do Daesh
    Tags:
    operação, curdos, Unidades de Proteção Popular (YPG), Partido da União Democrática (PYD), Estado Islâmico, Daesh, Fikri Isik, Raqqa, Turquia, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar