21:00 20 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    27525
    Nos siga no

    O diretor da CIA, Mike Pompeo, lançou um ataque público contra o site WikiLeaks, o canal Russia Today e o ex-agente da NSA, Edward Snowden, durante um discurso nesta quinta-feira (13).

    Em discurso no Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais em Washington, Pompeo acusou o site Wikileaks de ser um serviço de inteligência apoiado pela Rússia. 

    "É hora de chamar o WikiLeaks pelo que realmente é: um serviço de inteligência hostil não estatal, muitas vezes incorporado a atores estatais como a Rússia", acusou o diretor da CIA.  

    Além disso, Pompeo afirmou que o canal RT "colaborou ativamente com a WikiLeaks". O diretor da CIA, no entanto, não apresentou nenhuma evidência justificando a acusação.

    O irônico é que, enquanto atuava como congressista, Pompeo promoveu ativamente os lançamentos da WikiLeaks na sua conta do Congresso no Twitter, no contexto da campanha eleitoral no ano passado. 

    ​Posteriormente, Pompeo promoveu ataques em uma tentativa de prejudicar a reputação de Assange, chamando-o de "fraude", "covarde" e "narcisista".

    O ex-congressista do Kansas também renovou os ataques da comunidade de inteligência contra Edward Snowden.

    "Quando Snowden fugiu para as confortáveis garras da inteligência russa, sua traição prejudicou diretamente uma ampla gama de inteligência e operações militares dos EUA", disse Pompeo.

    Mais:

    Wikileaks: Conselheiro de Hillary disse que Al-Qaeda estava 'ao lado dos EUA' na Síria
    CIA pode hackear seu Windows, revela WikiLeaks
    WikiLeaks publica 3ª parte de Vault 7, o vazamento de dados da CIA
    Tags:
    inteligência, Russia Today, CIA, WikiLeaks, Mike Pompeo, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar