03:27 26 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Ivanka Trump antes de discursar na última noite da Convenção Nacional Republicana em Cleveland, Ohio, em 21 de julho de 2016

    Casa Branca confirma participação de Ivanka Trump em ataque à Síria

    © AFP 2018 / Jim Watson
    Mundo
    URL curta
    68722

    O secretário de imprensa da Casa Branca, Sean Spicer, confirmou nesta terça-feira que a filha do presidente Donald Trump, Ivanka, teve influência na decisão do seu pai sobre o ataque a uma base aérea síria na última semana.

    "Não há dúvida de que [a opinião de] Ivanka e outros pesaram sobre ele", afirmou Spicer em coletiva de imprensa. 

    Mais cedo, outro filho do chefe de Estado, Eric Trump, já tinha indicado a participação da sua irmã no plano de atacar a Síria. No entanto, o porta-voz do governo norte-americano não especificou o grau de influência de Ivanka sobre a decisão do presidente. Segundo Spicer, ela ficou muito comovida com a imagem das crianças atingidas por um ataque químico em Idlib e foi discutir esse assunto com o pai.

    Trump e grande parte do Ocidente acusam o regime de Bashar Assad de estar por trás desse ataque químico em Idlib, razão pela qual os EUA teriam lançado mísseis contra a base aérea de Shayrat na última sexta-feira. Damasco, no entanto, rejeita a culpa, afirmando nunca ter usado esse tipo de arma. 

    Mais:

    'EUA não conseguiram apresentar qualquer prova da existência de armas químicas em Shayrat'
    Síria reinicia voos a partir da base aérea de Shayrat (VÍDEO)
    Tags:
    ataque, Sean Spicer, Eric Trump, Ivanka Trump, Donald Trump, Bashar Assad, Shayrat, Idlib, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik