04:29 25 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Mundo

    De olho em Marte, Agência Espacial Europeia quer maior cooperação com a Rússia

    Mundo
    URL curta
    260

    A Agência Espacial Europeia (ESA) está preparada para aumentar a sua cooperação com a Rússia, segundo afirmou à Sputnik o diretor-geral da organização, Jan Woerner. A relação atual com a Roscosmos, a agência espacial russa, é baseada em uma “operação muito fértil e cheia de confiança”, segundo ele.

    “Estamos prontos e abertos para todas as áreas de cooperação. Só devemos defini-las”, emendou Woerner. “Enquanto temos essa interação intensa com a Rússia, nós encontraremos outras áreas de interação, mas é preciso ser do interesse de ambos os lados”.

    Woerner declarou estar no aguardo de novas missões conjuntas com os russos, tanto que deverá ir à Rússia ainda neste ano para novas discussões sobre projetos futuros. Um deles é o que envolve a sonda ExoMars, carro-chefe da missão não-tripulada que enviada para Marte no ano passado.

    Uma segunda expedição a Marte está prevista para 2020, mais uma vez com a colaboração entre as duas agências europeias. Os primeiros testes de vários componentes devem começar no próximo ano. Woerner aproveitou para frear qualquer otimismo extra para quem quer ver o homem no planeta vermelho em breve: não é algo que acontecerá pelos próximos 15 anos.

    “Há alguma necessidade nisso [voo de humanos para Marte], e assim sendo a ESA participou do programa Mars-500 para obter mais informação sobre isso, porque essa informação não é somente para voo com humanos, mas também para a psicologia em terra, para estudos médicos”, explicou. “Então há um grande valor nisso. Mas acho que não é algo que possa substituir e não é realmente o resultado final de voos para Marte”.

    Mais:

    Enigma do planeta vermelho: NASA faz grande anúncio sobre existência de vida em Marte
    Portal espácio-temporal: Cientistas da CERN encontram algo inédito em Marte
    Colonização de Marte: Cientistas revelam 3 conselhos principais para sobreviver
    Tags:
    Mars-500, NASA, Agência Espacial Europeia (ESA), Roscosmos, Jan Woerner, Marte, Espaço, Europa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar