18:38 17 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Bandeira da Áustria

    Vice-premiê: Áustria apoia revogação gradual das sanções contra a Rússia

    © AFP 2017/ JOE KLAMAR
    Mundo
    URL curta
    1159161

    O isolamento da Rússia é contraproducente, por isso a Áustria apóia a flexibilização gradual das sanções contra a Rússia, afirmou nesta sexta-feira o vice-premiê austríaco e ministro da Ciência, Pesquisa e Economia, Reinhold Mitterlehner.

    "O isolamento seria contraproducente porque muitos conflitos e ameaças globais podem ser resolvidos apenas com a participação da Rússia. É por isso que a Áustria apoia um diálogo sério e construtivo", afirmou Mitterlehner após uma reunião com o vice-primeiro-ministro russo, Dmitry Kozak.

    O político também afirmou que a Áustria apoia uma revogação gradual das sanções contra a Rússia, de forma concomitante com a implementação dos acordos de Minsk.

    "Em tempos geopolíticamente difíceis é especialmente necessário conversar uns com os outros, não contra os outros. É por isso que apoiamos a rápida normalização das relações, mas atribuímos uma importância significativa ao respeito pelo direito internacional", acrescentou Mitterlehner.

    Desde 2014, as relações entre a Rússia e os países ocidentais, incluindo a Áustria, deterioraram-se em meio à crise na Ucrânia. Os Estados Unidos, bem como com a União Europeia e seus aliados, adotaram uma série de sanções contra a alegada participação de Moscou no conflito na Ucrânia. A Rússia negou as alegações e adotou sanções contra os países ocidentais.

    Mais:

    Novas sanções dos EUA apontam para a continuação da política antirrussa
    EUA impuseram sanções contra 8 empresas russas
    Presidente búlgaro: Sanções recíprocas entre Rússia e UE dividem a Europa
    Não, obrigado: Rússia não trocará Crimeia pela remoção de sanções
    Tags:
    sanções, sanções econômicas, Reinhold Mitterlehner, Dmitry Kozak, Rússia, Áustria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik