17:39 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    O primeiro-ministro da Ucrânia Arseny Yatsenyuk chega para a reunião do Conselho de Segurança em Kiev 4 de novembro de 2014

    Tribunal russo condena ex-primeiro-ministro ucraniano à revelia

    © REUTERS / Valentyn Ogirenko
    Mundo
    URL curta
    1260

    O tribunal da região russa de Yessentuki prendeu à revelia o ex-primeiro-ministro da Ucrânia, Arseny Yatsenyuk, acusando-o de banditismo. A informação foi divulgada no site da instituição.

    Foi relatado que desde 21 de fevereiro o ex-primeiro-ministro foi inserido na lista internacional de procurados. 

    Em setembro de 2015, o chefe do Comitê Investigativo, Aleksandr Bastrykin, declarou que Yatsenyuk combateu na Chechênia ao lado dos militantes, participando de tortura e execuções de soldados russos. Na ocasião, não foi especificado se o político ucraniano havia sido acusado formalmente. 

    Arseny Yatsenyuk, por sua vez, classificou as acusações sobre seu suposto envolvimento com gangues como "um disparate completo". De acordo com ele, a Embaixada da Ucrânia na Rússia recebeu uma cópia da decisão judicial.


    Mais:

    Ex-deputado ucraniano: Yatsenyuk pode se tornar o 'fuhrer' da Ucrânia
    Yatsenyuk 'proíbe' líderes da UE e o presidente dos EUA de tirar sanções contra Rússia
    Adeus a Yatsenyuk: Ucrânia tem novo primeiro-ministro
    Kremlin: ‘Yatsenyuk não deu a mínima contribuição para a regularização da crise’
    Tags:
    gangues, militantes, acusação, prisão, Arseny Yatsenyuk, Chechênia, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik