02:27 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Polícia turca em Istambul

    Turquia prende mais de 700 pessoas em operações contra militantes curdos

    © REUTERS / Huseyin Aldemir
    Mundo
    URL curta
    0 16
    Nos siga no

    As autoridades turcas detiveram 740 pessoas por suspeita de ligação com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) nos últimos três dias, segundo informou a mídia estatal do país neste sábado (18).

    Segundo fontes do Ministério do Interior citadas pela agência estatal Anadolu, as autoridades realizaram 36 operações durante este período de três dias, apreendendo equipamentos, documentos e mais de uma dúzia de armas. 

    O PKK, que busca a autonomia do povo curdo na Turquia, é considerado uma organização terrorista por Ancara, Washington e Bruxelas. 

    O grupo pegou em armas contra o governo pela primeira vez em 1984. Desde então, mais de 40.000 pessoas, a maioria deles curdos, foram mortos em confrontos com as forças estatais. 

    O sudeste da Turquia, de maioria curda, passa atualmente por um fase combates renovados, especialmente após o colapso, em 2015, de um cessar-fogo de dois anos e meio entre o governo e o PKK.

    Mais:

    Turquia move 2.600 processos criminais por 'insultos' ao presidente
    Opinião: Turquia pode se tornar bode expiatório para toda Europa
    Turquia afirma que em breve 'começarão Guerras Santas na Europa'
    Tags:
    autonomia curda, grupo terrorista, prisões, Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar