16:51 18 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    14110
    Nos siga no

    O chefe do Comando dos EUA no Oriente Médio, general Joseph Votel, declarou que "zonas de segurança" podem ser criadas em regiões da Síria onde já foram adotadas medidas de estabilização e há entrega de ajuda humanitária.

    Segundo o general, citado pela revista Foreign Policy, a zona de segurança é um "conceito viável", que pode ser realizado em "áreas onde já é fornecida segurança e onde já são realizadas ações humanitárias e de estabilização". Votel não especificou quais áreas na Síria poderiam ser usadas como "zonas de segurança".

    Ao mesmo tempo, Votel observou que o estabelecimento dessas zonas não será fácil e necessitará o uso de "todos os recursos", incluindo tropas terrestres para manter e proteger as áreas.

    A publicação cita que as medidas para a criação de "zonas de segurança" na Síria estão incluídas no plano de ação dos EUA na região, que foi solicitado pelo presidente norte-americano Donald Trump. Anteriormente, Trump havia admitido que a criação de tais zonas poderia resolver problemas humanitários da população síria. 

    Atualmente, os EUA apoiam as forças da coalizão Árabe da Síria, que estão em oposição ao presidente sírio, Bashar Assad, e estão em combate contra o Daesh (Estado Islâmico).

    Mais:

    De volta à costa síria: Admiral Grigorovich terá tarefas militares muito sérias (VÍDEO)
    Campanha russa na Síria favoreceu venda de armas russas internacionalmente
    Tags:
    ajuda humanitária, zonas de segurança, Foreign Policy, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar