08:35 20 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    341
    Nos siga no

    As autoridades russas detiveram um cúmplice da organização terrorista Daesh (proibida na Rússia) perto da cidade de Samara.

    Segundo partilhou com a Sputnik uma fonte dos serviços secretos russos na região, o partidário dos terroristas, de 20 anos, estava se preparando para realizar um atentado bombista.

    "Como resultado de uma operação efetuada por agentes do FSB, foi detido um cidadão da Rússia, de 20 anos, recentemente convertido ao Islã. Ele foi recrutado na Internet por emissários da organização internacional terrorista, proibida na Rússia, para realizar um ato terrorista contra as estruturas de proteção da lei da região", informou.

    Militantes do Daesh
    © AP Photo / AP Photo via militant website, File
    Segundo a informação dos serviços secretos da Rússia, o detido atraiu a atenção dos agentes do FSB por ser frequentador de um local de culto muçulmano ilegal, onde foram descobertos explosivos. Recentemente, ele havia sido multado por publicar online materiais de caráter terrorista, divulgou a fonte. 

    O detido queria fazer coincidir o atentado com um feriado para obter mais ressonância, tendo recebido 20 mil rublos (menos de 350 dólares) de seus cúmplices da república do Daguestão. Usando estes fundos, o homem deveria comprar componentes para fazer uma bomba, seguindo as instruções enviadas a ele da Síria.

    Tendo sofrido importantes baixas no Oriente Médio, a organização terrorista tenta claramente recrutar mais pessoas. É conhecido que está enviando cerca de 55 mil mensagens por dia através do Twitter e Telegram no âmbito de uma campanha de propaganda recentemente lançada.

    Mais:

    Daesh tenta promover morte 'bacana' de refugiados que sofrem crise de identidade
    Tags:
    detenção, recrutamento, Daesh, Serviço Federal de Segurança (FSB), Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar