08:31 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Rússia e da Geórgia

    Presidente da Geórgia sinaliza reaproximação da Rússia

    © Sputnik/ Michail Mordasov
    Mundo
    URL curta
    32112143

    O presidente da Geórgia, Giorgi Margvelashvili, declarou nesta quinta-feira (23) que seu país está pronto para minimizar as tensões com Moscou, com a esperança de eventualmente construir relações vizinhas amigáveis com a Rússia.

    "Iniciamos uma estratégia de relações racionais com a Rússia que traria o tom tenso nas relações entre os Estados a um mínimo. Neste contexto, decidimos que faz sentido falar sobre questões em que não temos grandes diferenças", disse Margvelashvili em uma entrevista ao canal de televisão Belarus 1.

    O líder georgiano apontou alguns desenvolvimentos positivos nos laços Rússia-Geórgia, tais como a melhoria do comércio e o turismo ativo, mas sublinhou que Moscou deve respeitar a soberania da Geórgia.

    Em agosto de 2008, a Geórgia cortou relações diplomáticas com a Rússia em resposta ao reconhecimento de Moscou da independência da Ossétia do Sul e da Abkhásia. No entanto, os representantes do novo governo georgiano, que chegou ao poder após as eleições de outubro de 2012, encaram a normalização das relações com a Rússia como uma das principais prioridades de política externa da administração.

    O vice-ministro russo das Relações Exteriores, Grigory Karasin, disse na semana passada que a restauração das relações diplomáticas russo-georgianas dependeria da iniciativa de Tbilisi.

    Em 7 de fevereiro, Karasin realizou uma reunião em Praga com o enviado especial do primeiro-ministro georgiano para as Relações com a Rússia, Zurab Abashidze. De acordo com a chancelaria russa, os dois lados discutiram os resultados do processo de normalização das relações bilaterais em 2016, que se concentrou em áreas como cultura, transporte e comércio. Karasin também confirmou o compromisso de Moscou de simplificar ainda mais o regime de vistos com a Geórgia.

    Durante sua conferência de imprensa anual em 23 de dezembro de 2016, o presidente russo, Vladimir Putin, ressaltou que, embora a Rússia não fosse a culpada pelo colapso nas relações entre os dois países, era necessário pensar sobre a normalização e um possível retorno a um regime de isenção de vistos para cidadãos georgianos na Rússia.

    Mais:

    UE chega a acordo que garante isenção de vistos a 50 milhões de ucranianos e georgianos
    Geórgia se diz pronta para retomar diálogos em torno de isenção de vistos com a Rússia
    Tags:
    relações diplomáticas, Giorgi Margvelashvili, Vladimir Putin, Rússia, Geórgia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik