23:39 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Novo secretário-geral da ONU, António Guterres, e o secretário-geral da Organização atual, Ban Ki-moon, na cerimônia de designação do principal responsável da ONU, Nova York, EUA, 13 de outubro de 2016

    Guterres diz que apreciou a oportunidade de trabalhar com embaixador russo

    © AFP 2019 / JEWEL SAMAD
    Mundo
    URL curta
    Morte do embaixador russo na ONU (10)
    0 22

    O secretário-geral da ONU, António Guterres, expressou suas condolências pela morte do representante permanente da Rússia na ONU, Vitaly Churkin, nesta segunda-feira (20).

    "Eu acebei de retornar de Nova York e fiquei chocado e entristecido com a notícia da morte repentina do embaixador Vitaly Churkin, um distinto diplomata", disse em um comunicado.

    Guterres estava na Alemanha, onde participou das reuniões ministeriais em Bonn e da Conferência de Segurança em Munique.

    "Apesar do fato de que termos servido pouco juntos, apreciei muito a oportunidade de trabalhar com ele, e vou sentir falta de sua perspicácia, suas habilidades e a amizade. Presto homenagem à sua contribuição para as Nações Unidas e expresso minhas profundas condolências à sua família, parentes, governo e o povo da Rússia", disse Guterres.

    Vitaly Churkin morreu nesta segunda-feira (20) em Nova York, aos 64 anos, um dia antes do dia do seu aniversário. 


    Tema:
    Morte do embaixador russo na ONU (10)

    Mais:

    Conselho de Segurança da ONU aprova resolução relacionada com morte do embaixador russo
    Possível causa da morte de embaixador russo na ONU é revelada
    Morre o embaixador russo nas Nações Unidas
    Tags:
    condolências, morte, embaixador, ONU, Antonio Guterres, Vitaly Churkin, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar