20:54 19 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Prédio do Congresso dos EUA, Washington

    Senador dos EUA declara possibilidade de criação de mais sanções contra Rússia

    © flickr.com/ Stephen Melkisethian
    Mundo
    URL curta
    49213

    O senador norte-americano do Partido Democrata, Chris Murphy, declarou ser possível introdução de novas sanções anti-Rússia com base nos resultados da investigação sobre a alegada "intervenção nas eleições" nos EUA.

    A Rússia negou repetidamente as acusações relacionadas a possíveis ataques de hackers russos e influência nos resultados das eleições presidenciais norte-americanas. Todavia, não foi apresentada prova alguma pelos Estados Unidos, mas certos políticos do país em questão continuam jogando acusações contra o lado russo.

    "Possivelmente, serão introduzidas mais sanções, além daquelas introduzidas por Obama", disse Murphy durante a Conferência da Segurança que está sendo realizada em Munique, na Alemanha.

    No final do ano passado, a administração do então-presidente dos EUA Barack Obama introduziu sanções contra várias instituições e pessoas russas, inclusive a FSB (Serviço Federal de Segurança da Rússia) e GRU (Diretório Principal de Inteligência do Estado-Maior da Rússia). Segundo os EUA, as medidas restritivas foram tomadas devido à "intervenção nas eleições" e à "pressão exercida sobre diplomatas norte-americanos" por parte da Rússia.

    O porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, referiu-se às acusações contra Moscou como "completamente fictícias" e "infundadas".

    Mais:

    Editora-chefe do RT dá conselhos à CIA como fazer todos crerem que Rússia 'não é normal'
    Tags:
    provas, investigação, hackers russos, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik