15:57 23 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Protestos contra Donald Trump na Cidade do México

    Israel pede desculpas ao México por declarações de Netanyahu

    © REUTERS/ Edgard Garrido
    Mundo
    URL curta
    1645

    O presidente de Israel, Reuven Rivlin, pediu desculpas ao seu colega mexicano pelo recente tweet do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, considerado ofensivo pelo país latino-americano, pois demonstrava apoio aos planos dos EUA de erguer um muro na fronteira com o México.

    Netanyahu já se justificou na imprensa sobre sua declaração. Ele afirmou que as palavras "Trump está certo" e "uma ótima ideia" se referiam somente à experiência israelense de erguer muros nas suas fronteiras. Essas iniciativas, segundo o premiê israelense, foram elogiadas pelo próprio presidente norte-americano.

    "Peço desculpas por qualquer dano, provocado por este mal entendido. Devemos lembrar, entretanto, que se trata de um mal entendido. Tenho certeza que poderemos deixar essa questão para trás", citou as palavras do presidente de Israel a sua assessoria de imprensa. Rivlin conversou por telefone com o chefe de Estado do México, Enrique Peña Nieto.

    "Tenho certeza que ninguém quis traçar paralelos entre a situação de Israel e a situação no México", completou o líder israelense.

    Peña Nieto, também citado pela assessoria de imprensa da presidência de Israel, disse que esta interpretação foi "inevitável" e que o tweet do primeiro-ministro causou danos na cooperação dos dois países. No entanto, o presidente latino-americano certificou o seu interlocutor do desejo do seu país em manter boas relações com Israel.

    "Senhor presidente, pode estar certo de que o México deseja continuar sendo um bom amigo de Israel", disse Nieto.

    No sábado, Netanyahu escreveu no Twitter e no Facebook: "O presidente Trump tem razão. Eu construí um muro de contensão ao longo da fronteira sul de Israel. Isso interrompeu completamente o fluxo de imigração ilegal. Um ótimo resultado. Uma ótima ideia".

    Mais:

    México - nós não vamos pagar nada!
    Peña Nieto e Trump decidem não comentar mais decisões sobre muro em público
    Com iminência do muro, presidente do México cancela reunião com Donald Trump
    Brasil também está preocupado com o muro entre o México e EUA
    Trump esnoba reunião cancelada pelo presidente do México: 'Teria sido infrutífera'
    Tags:
    muro, relações bilaterais, Enrique Peña Nieto, Reuven Rivlin, Benjamin Netanyahu, México, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik