23:40 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    029
    Nos siga no

    O criador da rede social Facebook, Mark Zuckerberg, criticou o presidente dos EUA pelo decreto sobre os refugiados.

    "Os EUA são uma nação de imigrantes e nós devemos ter orgulho disso", escreveu ele na sua página da rede social, notando que os seus antepassados chegaram à América vindos da Alemanha, Áustria e Polônia.

    O empresário norte-americano sublinhou que é necessário prestar atenção "àqueles que de fato representam ameaça" e, ao mesmo tempo, "deixar as portas abertas" aos refugiados que precisam de ajuda.

    Mais cedo foi divulgado que os avós de Donald Trump emigraram para os Estados Unidos da cidade alemã de Kallstadt.

    Na sexta-feira o presidente norte-americano assinou uma ordem executiva que suspende a admissão de refugiados por 120 dias, proíbe por um prazo indefinido o alojamento de refugiados da Síria e restringe certas regras de entrada nos EUA.

    Durante a cerimônia de assinatura do documento no Pentágono, Trump declarou que, a partir do momento, a escolha de refugiados se tornará "radical" para proteger o país de "terroristas estrangeiros".

    Tags:
    EUA, Donald Trump, migrantes, legislação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar