03:13 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O magnata George Soros chega para discursar no Clube Rússia Aberta em Londres, em 20 de junho de 2016 (foto de arquivo)

    'Trump atrapalhou planos de Soros para impor nova ordem mundial'

    © REUTERS / Luke MacGregor
    Mundo
    URL curta
    811534
    Nos siga no

    O analista financeiro Mitch Feierstein, gerente de um fundo em Wall Street, afirmou que Donald Trump chegou no poder no momento certo para que o bilionário George Soros e o casal de Clinton não conseguissem alcançar o Acordo Transpacífico de Cooperação Econômica (TPP), elaborado nas costas do público.

    "George Soros e a Clinton Inc. estavam quase prontos para dizer ‘missão cumprida' no que se trata de estabelecer uma obscura 'nova ordem mundial'", afirmou nesta terça-feira (24) o analista financeiro Mitch Feierstein, que passou 38 anos trabalhando nos mercados financeiros globais de Nova York, Tóquio e Londres.

    Na segunda-feira (23), Trump anunciou o desmantelamento do projeto do TPP, um acordo com a participação de 12 países que seu antecessor Barack Obama pretendia adotar durante os 8 anos no cargo do presidente.

    "Por enquanto, esqueçam a Nova Ordem Mundial de Soros, já que o novo xerife, Donald Trump, o 45º presidente dos EUA, chegou a Washington prometendo drenar o pântano. A partir de agora, o TPP já é história e será interessante ver quem está nu na maré baixa", observou Feierstein.

    O acordo comercial do TPP, sendo muito secreto, foi um dos piores acordos de comércio livre alguma vez arquitetados por Washington no contesto da sua cultura de corrupção "pay-to-play" (Pago para Jogar), disse o analista.

    "Como pode um indivíduo racional ou independente apoiar um 'acordo comercial' secreto com transparência zero e uma linguagem jurídica elaborada pelas corporações multinacionais?", perguntou.

    O TPP foi feito deliberadamente para garantir uma forma de "globalização" de forma a que as mesmas corporações-arquitetas destas "regras" possam atuar no escuro sendo totalmente intocáveis, enquanto as nações-membros seriam privadas da sua soberania, e os consumidores — afastados dos seus direitos e garantias, especificou o financista.

    "O TPP era a 'joia da coroa' para Obama após 35 anos de neoliberalismo fracassado, financiado pelos oligarcas para beneficiar as oligarquias", assegurou.

    Feierstein é um investidor britânico-americano, bancário e jornalista que trabalhou como colunista no Daily Mail, escrevendo agora para o The Independent e o Huffington Post.

    Mais:

    'Saída dos EUA do TPP pode ser positiva para o Brasil', diz ministro
    Documento vazado diz que equipe de Clinton tentou ajudar Trump nas primárias
    Merkel: eleição de Trump inaugura uma nova era na história mundial
    Tags:
    grandes corporações, acordo comercial, Acordo de Parceria Transpacífico (TPP), Casa Branca, Bill Clinton, Donald Trump, George Soros, Hillary Clinton, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar