19:48 12 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    880
    Nos siga no

    Washington está “especulando” sobre a questão dos contatos entre funcionários russos e a equipe do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, e intimidando-se com o uso de uma suposta ameaça russa, disse o vice-ministro russo de Relações Exteriores, Sergei Ryabkov.

    "Ainda estou chocado com essa maneira destrutiva e especulativa, como a mídia norte-americana e alguns políticos, especialmente no Capitólio, estão discutindo a questão de nossos contatos com qualquer político dos EUA. Muitos deles (…) se intimidaram completamente com a sombra da ameaça russa", disse Ryabkov em entrevista coletiva nesta segunda-feira (16).

    No início de janeiro, a mídia norte-americana informou sobre uma conversa entre o general Michael Flynn, o assessor de segurança nacional de Trump, e o embaixador russo nos Estados Unidos, Sergei Kislyak. Vários políticos dos EUA expressaram a preocupação de que os dois lados tinham discutido a introdução de sanções norte-americanas contra a Rússia.

    A embaixada russa em Washington se recusou a comentar a questão.

    De acordo com Ryabkov, a administração do presidente Barack Obama permanece sendo a interlocutora oficial de Moscou até a inauguração de Trump.

    Mais:

    Hollande criticou declarações de Trump sobre UE e OTAN
    ONU e administração de Trump podem participar das negociações sobre Síria em Astana
    Trump: sanções conta Rússia podem ser revogadas em troca de acordo de redução nuclear
    Tags:
    ameaça russa, embaixada, sanções, relações, contatos, Michael Flynn, Sergei Kislyak, Sergei Ryabkov, Barack Obama, Donald Trump, EUA, Rússia, Moscou
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar