18:34 25 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    11214
    Nos siga no

    O serviços de inteligência dos EUA informaram ao presidente Barack Obama e ao presidente eleito, Donald Trump, que “agentes russos” supostamente possuem informações comprometedoras sobre o magnata, informou a emissora CNN, citando fontes no governo dos Estados Unidos.

    Segundo a emissora, os dados foram apresentados em um informe de duas páginas, anexado ao relatório das agências de inteligência dos EUA. Segundo as fontes no governo, os supostos “agentes” russos possuem informações sobre a vida pessoal e financeira de Trump.

    A CNN afirma que partes desse informe citam documentos de um ex-funcionário da inteligência britânica, cujo trabalho é considerado como confiável pelas agências norte-americanas.

    Em 6 de janeiro, CIA, FBI e NSA publicaram um relatório, no qual mais uma vez acusaram a Rússia de “interferir nas eleições americanas”, mas sem apresentar provas, alegando a confidencialidade dos documentos da inteligência. O relatório apresentou como fundamento dessa tese fontes na TV russa e textos em redes sociais. Praticamente a metade do relatório era dedicada à emissora RT e à agência Sputnik.

    Mais:

    Pentágono: EUA já começaram a retaliar a 'interferência' da Rússia nas eleições
    Diretor de Inteligência Nacional dos EUA: Rússia teve 'intenção' de influenciar eleições
    Opinião: novas sanções antirrussas de Obama foram 'presente de Ano Novo' para Trump
    Senadores republicanos articulam proposição bipartidária de sanções à Rússia
    Senado dos EUA anunciará ‘amplas’ sanções contra a Rússia esta semana
    'Cultura de cowboy' obriga EUA a introduzirem mais sanções contra Rússia
    Tags:
    inteligência, CNN, Donald Trump, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar