00:54 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Emblema oficial da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 é revelado

    FIFA elogia a preparação da Rússia para a Copa do Mundo 2018

    © Sputnik / Aleksandr Vilf
    Mundo
    URL curta
    0 80

    De acordo com o vice-primeiro-ministro da Rússia, Vitaly Mutko, a FIFA avaliou positivamente a preparação do país para a Copa das Confederações 2017 e para a Copa do Mundo 2018.

    "Uma das questões hoje foi a preparação para a Copa do Mundo e a Copa das Confederações na Rússia… Em geral, a preparação recebeu uma avaliação muito boa do Comitê Executivo", disse Mutko à agência R-Sport.

    Ele acrescentou que foi decidido realizar o 68º Congresso da FIFA em 2018 em Moscou, mas a data ainda não foi aprovada.

    O presidente da FIFA, Gianni Infantino, por sua vez, afirmou que o trabalho de preparação para a Copa do Mundo está sendo realizado de acordo com o planejamento, manifestando a certeza de que tudo estará pronto até o final de 2017. 

    "No que diz respeito aos estádios, existem algumas questões alarmantes, mas isso é normal. No entanto, ainda é preciso fazer muito trabalho, e o governo russo está fazendo o o possível. Por isso estamos confiantes de que tudo ficará bem, o estádio de São Petersburgo em particular. Estamos confiantes de que tudo estará pronto até o final de 2017, a tempo de realizar as partidas de teste em todos os estádios", destacou o líder da FIFA. 

    A Copa do Mundo de 2018 será realizada entre 14 de junho e 15 de julho em 11 cidades russas. 

    Mais:

    Escolhido o mascote oficial da Copa do Mundo de 2018 na Rússia
    Copa do Mundo FIFA de 2018 é uma das razões para o escândalo de doping
    Novo presidente da FIFA nega promessa de dar Copa do Mundo aos EUA em 2026
    Rússia escolhe o mascote da Copa do Mundo de 2018
    1.000 dias até a Copa do Mundo 2018 na Rússia
    Tags:
    estádio, preparação, Copa das Confederações, Copa do Mundo, FIFA, Gianni Infantino, Vitaly Mutko, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik