04:25 22 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    CIA

    Apoio militar dos EUA à oposição síria poderia levar ao pior, diz chefe da CIA

    © REUTERS / Larry Downing
    Mundo
    URL curta
    474

    Um maior apoio à oposição síria pelos EUA poderia mudar a situação no Oriente Médio, mas também poderia provocar consequências mais negativas, do que as atuais, disse o diretora da CIA, John O. Brennan.

    “Se fosse oferecido antes um apoio maior pelos protagonistas internacionais ao Exército Livre da Síria, isso mudaria a situação? Possivelmente. Porque o regime sírio estava desequilibrado e vulnerável”, disse Brennan em entrevista à emissora CNN.

    Ele discordou, entretanto, do ponto de vista defendido por opositores do presidente norte-americano, Barack Obama, de que os EUA deveriam oferecer um apoio mais ativo à oposição síria. 

    “Um apoio cego à oposição síria e repasse de armas para lá poderia levar à consequências mais piores, do que as de hoje”, disse o diretor da CIA.

    Ele destacou que a oposição síria é “muito heterogênea” e é formada por uma mistura de elementos laicos e extremistas religiosos. 

    O conflito armado na Síria começou em março de 2011. As tropas do governo enfrentam combatentes de diversos grupos armados. Os EUA apoiam a oposição e defendem a queda do regime de Bashar Assad. Washington alega que oferece apoio somente aos grupos de oposição que combatem o Daesh.

    Mais:

    Kerry apela à oposição síria para dar primeiro passo no estabelecimento da paz
    Financial Times: Rússia e oposição síria negociam sem participação dos EUA
    Oposição síria perdeu 40% do território que controlava
    Pentágono diz apoiar dezenas de milhares de forças da oposição síria
    Tags:
    oposição síria, CIA, John Brennan, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik