17:00 30 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    838
    Nos siga no

    As acusações de hackeamento têm por objetivo transformar o presidente eleito dos EUA Donald Trump no inimigo da Rússia, opina o senador russo, Aleksei Pushkov.

    "A Rússia é novamente acusada de hackeamento, desta vez contra a OSCE; não é por acaso que as acusações coincidam com a mudança da administração dos EUA; o objetivo é fazer com que Trump se torne inimigo da Rússia", postou Pushkov no Twitter.

    Recentemente, a edição alemã Frankfurter Allgemeine Zeitung informou que Hans-Georg Maassen, chefe do Escritório Federal para a Proteção da Constituição alemão (BfV), denunciou a participação de fontes russas em ciberataques contra a OSCE em outono de 2016. Além disso, em 6 janeiro deste ano, a inteligência norte-americana publicou um relatório sobre a "intervenção russa" nas eleições presidenciais, alegadamente, através de hackers e da mídia.

    Não é primeira vez que acusações contra a Rússia são feitas. Antes, as autoridades norte-americanas acusaram repetidamente Moscou de interferir nas eleições presidenciais. No entanto, não foi apresentada prova alguma.

    Mais:

    Editora-chefe da Sputnik conta sobre seu 'contato' com Kremlin
    Trump depois de encontrar representantes da inteligência: hackers não afetaram as eleições
    Tags:
    intervenção, eleições presidenciais, inteligência, ciberataque, hackers, Twitter, OSCE, Hans-Georg Maassen, Aleksei Pushkov, Moscou, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar