12:44 10 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente norte-americano Barack Obama responde às questões durante a conferência de imprensa no Pentágono, 4 de agosto de 2016

    Obama diz estar preocupado que republicanos 'confiam mais em Putin do que nos democratas'

    © AFP 2019 / BRENDAN SMIALOWSKI
    Mundo
    URL curta
    1553
    Nos siga no

    O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, declarou que está preocupado com o fato de que os republicanos confiam mais no presidente da Rússia, Vladimir Putin, do que nos democratas.

    "Os russos quiseram interferir [nas eleições], e interferiram. Uma das coisas que me preocupam é a quantidade de comentários nós vimos nos últimos tempos, quando têm republicanos ou especialistas, ou comentadores na televisão, que parecem que confiam mais em Vladimir Putin do que nos seus camaradas-americanos, pois esses camaradas-americanos são democratas", disse Obama em entrevista à ABC. 

    "Isso não deve acontecer", disse ele. "Nós estamos no mesmo time. Vladimir Putin não está no nosso time", acrescentou o presidente dos EUA. 

    Anteriormente, a inteligência dos EUA apresentou um relatório afirmando que as autoridades russas tentaram abalar a confiança da sociedade norte-americana no processo democrático e “rebaixar” a presidenciável Hillary Clinton, esperando impedir a sua eleição.

    Em outubro, os representantes oficiais das agências de inteligência dos EUA declararam que hackers russos estavam por trás dos ciberataques contra os sistemas eleitorais do país. Mais tarde, a CIA, através da imprensa, acusou a Rússia de invadir os servidores do Partido Democrata, com objetivo de ajudar a eleição de Donald Trump.

    Mais:

    Administração Trump tomará medidas agressivas contra ciberataques
    Casa Branca sobre ciberataques: as provas contra a Rússia são confidenciais
    Trump põe inteligência dos EUA em xeque ao duvidar das acusações sobre ciberataques russos
    Tags:
    inteligência, republicanos, democratas, hackers, ciberataque, eleições, Vladimir Putin, Donald Trump, Barack Obama, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar