16:31 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Tropas líbias em combate com militantes do Daesh em Sirte

    Chade declara 'zona de operações militares' na fronteira com a Líbia

    © REUTERS / Goran Tomasevic
    Mundo
    URL curta
    0 32
    Nos siga no

    As autoridades do Chade declararam a área fronteiriça com a Líbia como território de operações militares por conta das ameaças de êxodo de militantes islâmicos que foram derrotados na cidade líbia de Sirte.

    "Alguns grupos isolados se reuniram no sul da Líbia, ou seja, na nossa fronteira no norte. Eles representam potencialmente uma séria ameaça de penetrar em nosso país", disse o primeiro-ministro do Chade, Albert Pahimi Paducah, citado pela agência Reuters

    O chefe de governo acrescentou que as zonas fronteiriças foram declaradas como "zona de operações militares", para onde serão movimentadas tropas. 

    As forças armadas do governo da Líbia anunciaram no início de dezembro a total libertação da cidade de Sirte dos militantes do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico). Situada na costa do Mediterrâneo, Sirte foi tomada pelos terroristas em 2014. A operação para libertar a cidade se iniciou em maior de 2016.

    Mais:

    Passageiros de vôo sequestrado na Líbia voltam para casa
    Pentágono anuncia o fim da operação contra Daesh na Líbia
    Atentado terrorista deixa 7 mortos em Benghazi, na Líbia
    Kerry e Lavrov discutiram em Roma o cessar-fogo na Síria, a Líbia e o Iêmen
    Tags:
    libertação, militares, fronteiras, conflito, Estado Islâmico, Daesh, Sirte, Chade, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar