11:53 19 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    O candidato republicano dos EUA, Donald Trump em um evento de campanha eleitoral em Gettysburg, Pensilvânia, em 22 de outubro de 2016

    Trump põe inteligência dos EUA em xeque ao duvidar das acusações sobre ciberataques russos

    © REUTERS/ Jonathan Ernst
    Mundo
    URL curta
    28160

    O presidente eleito dos EUA, Donald Trump, informou na terça-feira (3) que o briefing da inteligência norte-americana sobre os supostos ataques cibernéticos russos nas eleições dos EUA foi adiado para a próxima sexta-feira.

    "O briefing da 'inteligência' sobre o 'hackeamento russo' foi adiado para sexta-feira, talvez seja preciso tempo para construir um caso. Muito estranho!", publicou Trump em seu Twitter. 

    ​Donald Trump levantou dúvidas sobre a conclusão das agências de inteligência dos EUA sobre a Rússia ter hackeado computadores do Partido Democrático. 

    Ele havia informado durante o fim de semana que iria discutir as alegações sobre os ataques cibernéticos na terça ou na quarta-feira. 

    Serviços especiais americanos acusam oficialmente Moscou de ter promovido tentativas de interferir nas eleições presidenciais nos EUA, reconhecendo, no entanto, não ter identificado qualquer aumento de atividade hacker no dia do pleito. 

    Moscou refuta veementemente quaisquer insinuações nesse sentido. O porta-voz do presidente, Dmitry Peskov, havia declarado anteriormente que as acusações contra Moscou são "absolutamente injustificadas" e adiantou que tais declarações "não têm nenhuma base, não se substanciam por nenhuns fatos".

    Mais:

    Obama enviará relatório ao Congresso sobre supostos ciberataques russos
    EUA impõem sanções contra Rússia por supostos ciberataques nas eleições
    Kerry reforça acusações contra Rússia e supostos ciberataques
    Tags:
    acusações, ciberataque, briefing, eleições, ataque hacker, inteligência, Donald Trump, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik