22:29 23 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Ban Ki-moon, secretário geral da ONU

    Ban Ki-Moon sobre o fim do mandato na ONU: 'Sinto-me como a Cinderela'

    © Sputnik / Sergei Guneev
    Mundo
    URL curta
    512

    Referência ao conto de fadas se deve ao fato de que à meia-noite de domingo, o sul-coreano deixará o posto que ocupou por 10 anos.

    Na despedida do cargo que ocupa desde 2006, o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon brincou com as dezenas de diplomatas e jornalistas presentes na sede da instituição em Nova Iorque que se sentia como a Cinderela, pois tudo mudará na virada do ano.

    "Amanhã, na noite do Ano Novo, eu estarei na Times Square para a descida da bola. Milhões de pessoas estarão assistindo enquanto eu perco meu emprego", brincou.

    O sul-coreano agradeceu aos trabalhadores da ONU pelo trabalho duro e comprometimento durante seu mandato, que chega ao fim depois de 10 anos.

    "Mantenham o foco nas pessoas, nos direitos das pessoas e na dignidade das pessoas", disse.

    Diplomata de carreira do Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Sul, Ban substituiu o Nobel da Paz Kofi Annan no cargo, depois de conquistar o apoio do Conselho de Segurança e vencer candidatos da Índia, Letônia, Sri Lanka, Jordânia, Tailândia e Afeganistão.

    À frente da ONU, Ban promoveu um acordo global para combater a mudança climática, além de novas metas para a luta contra a pobreza e a desigualdade social. Ao mesmo tempo, o sul-coreano deixa o cargo sem conseguir avanços nos conflitos na Líbia, Sudão do Sul, Síria e Iêmen.

    Mais:

    Uma última conversa de Sergei Lavrov com o secretário-geral Ban Ki-moon
    Mídia sul-coreana acusa Ban Ki-moon de recebimento de suborno
    Dois maiores hospitais de Aleppo bombardeados; Ban Ki-moon fala em 'crimes de guerra'
    Ban Ki-Moon: Conflito em Aleppo é o mais intenso de toda a guerra na Síria
    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Sul, Kofi Annan, Ban Ki-moon, Afeganistão, Tailândia, Iêmen, Síria, Sudão do Sul, Líbia, Jordânia, Sri Lanka, Letônia, Times Square
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik