00:37 20 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Entrevista coletiva da representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova

    Chancelaria russa chama administração de Obama de 'grupo de falhados rancorosos'

    © Sputnik/ Grigory Sysoev
    Mundo
    URL curta
    30321

    A declaração oficial por parte do Ministério das Relações Exteriores da Rússia sobre as contramedidas norte-americanas será feita nesta sexta-feira (30), comunicou a representante oficial da chancelaria russa, Maria Zakharova.

    A diplomata também chamou a administração do atual presidente dos Estados Unidos de "grupo de falhados na política externa".

    "Amanhã haverá declarações oficiais, contramedidas e muito mais", escreveu Zakharova em sua página do Facebook.

    Segundo ela, o povo norte-americano está sendo humilhado por seu próprio presidente e não por terroristas internacionais ou tropas do inimigo.

    "Desta vez, foi o próprio dono de Washington que lhe deu uma bofetada ao aumentar até o máximo o número das tarefas urgentes para a equipe sucessora. O que deve ser abrangente são os passos no Oriente Médio e não a vingança", disse a chefe do Departamento de Informação e Imprensa do Ministério das Relações Exteriores russo.

    "Todo o mundo… está observando um golpe demolidor contra o renome dos EUA e sua liderança, desferido por Barack Obama e sua equipe de política externa, pouco ciente de que revelou ao mundo seu principal segredo — a exclusividade era apenas um disfarce para a impotência. E nenhum rival dos EUA pôde fazer pior", adiantou.

    A representante oficial da chancelaria russa também fez lembrar que Obama, apesar de sofrer vários fracassos na sua política externa, recebeu um prêmio Nobel da Paz em 2009:

    "O mais admirável é que o laureado do Nobel, não tendo conseguido inscrever no registro da sua presidência quaisquer sucessos no palco internacional, tenha acabado por fazer um borrão em vez de um ponto gracioso".

    Mais:

    Kremlin: Putin responderá de forma adequada às sanções dos EUA
    'Recusa de novo reset nas relações com Rússia é um risco para segurança dos EUA'
    Maria Zakharova aconselha EUA a pararem de tentar 'domesticar' terroristas
    Tags:
    contramedidas, ciberataque, sanções, Casa Branca, Maria Zakharova, Barack Obama, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik