02:52 20 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    641
    Nos siga no

    Diante do assassinato do embaixador russo na Turquia, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia emitiu um comunicado solicitando a Ancara o maior número possível de medidas de segurança para garantir a integridade de cidadãos e diplomatas russos naquele país.

    Andrei Karlov foi assassinado nesta segunda-feira (19) a tiros, em Ancara, na Turquia, enquanto discursava na abertura de uma exposição em uma galeria de arte local.

    "Condenamos veementemente esse crime desumano, que tem por objetivo minar os esforços coletivos de alcançar um acordo de regulação política na Síria, bem como o recente processo de normalização das relações russo-turcas", diz a nota publicada hoje (19) no site oficial da chancelaria russa.

    O comunicado destaca ainda que a Rússia espera "das autoridades turcas a cooperação mais estreita possível com os representantes de órgãos investigativos da Rússia, para realizar uma investigação completa de todas as circunstâncias deste crime bárbaro, identificar e punir seus organizadores, bem como adotar o máximo possível de medidas para garantir a segurança de cidadãos, instituições e funcionários russos".

    Leia também: Assassino do Embaixador russo em Ancara era policial (VÍDEO)

    "Em cooperação com os órgãos de segurança da Turquia, faremos o possível da nossa parte para fazer com que os culpados sejam devidamente punidos. (…) O ocorrido nos obriga a travar de forma ainda mais vigorosa uma luta intransigente contra o terrorismo em todas as suas manifestações", diz a nota.

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia expressou ainda suas mais profundas condolências às famílias e aos amigos do "proeminente diplomata russo Karlov" – "sua clara memória permanecerá para sempre nos corações de seus colegas e de todos aqueles o conheceram".

    Mais:

    Mãe e irmã do assassino do embaixador russo são detidas na Turquia
    Opinião: assassinato do embaixador russo e reunião em Moscou sobre Síria estão conectados
    'Embaixador russo exercia papel importante na normalização das relações com Turquia'
    'A diplomacia não pode se acovardar': Roberto Abdenur comenta morte de embaixador russo
    Tags:
    cidadãos, segurança, Ministério das Relações Exteriores, Ancara, Moscou, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar