15:17 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras chinesas e norte-americanas

    China se prepara para 'guerra comercial' com os EUA

    © AP Photo/ Ng Han Guan, Pool
    Mundo
    URL curta
    412843190

    O vice-ministro das Finanças da China, Zhu Guangyao, admitiu que as políticas que o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, planeja aplicar em relação à China poderiam desencadear uma guerra comercial entre ambos os países.

    "Se começar uma guerra comercial, a China pode aplicar medidas de resposta, que poderiam conduzir a uma redução do emprego nos EUA. No entanto, nós não queremos que isso aconteça, porque, tal resposta por parte da China pode afetar os dois países", disse o vice-ministro.

    Zhu Guangyao também acrescentou que se um dia essa guerra ocorrer, não iria durar mais de um ano, mas manifestou esperança de que a cooperação entre os dois países continue a se fortalecer.

    Anteriormente, Donald Trump, que assumirá a presidência dos EUA em 20 de janeiro de 2017, declarou que o país deveria introduzir tarifas especiais sobre todos os bens importados da China. De acordo com o político republicano, esta medida seria capaz de contribuir para o crescimento da taxa de câmbio do yuan em relação ao dólar.

    Além disso, Donald Trump, repetidamente classificou a China como "inimigo econômico dos Estados Unidos pela sua política monetária".

    Mais:

    China anuncia que vai devolver drone submarino aos EUA, mas critica histeria de Washington
    China espera resolver incidente com drone capturado dos EUA de modo 'suave'
    Marinha chinesa captura drone submarino dos EUA no mar do Sul da China
    China quer alcançar acordo comercial multilateral excluindo EUA
    Tags:
    conflito, finanças, guerra cambial, Donald Trump, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik