18:16 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Destróier USS Porter da marinha dos EUA entra no mar Negro pelo estreito de Bósforo em Istambul

    Rússia vai retaliar se OTAN introduzir força militar no mar Negro

    © REUTERS / Murad Sezer
    Mundo
    URL curta
    21889
    Nos siga no

    A Rússia responderá adequadamente ao reforço da infraestrutura militar da OTAN perto das suas fronteiras, afirmou o chefe do Departamento para Cooperação Europeia do Ministério das Relações Exteriores russo à Sputnik.

    "O fortalecimento da infraestrutura militar da OTAN perto das fronteiras russas vai continuar, sendo assim, retaliaremos devidamente", frisou Andrei Kelin.

    Ele acrescentou ser pouco provável que a política da OTAN mude após a posse de Donald Trump, embora seja muito difícil prever os pormenores da sua governança neste momento.

    "Por isso que, mesmo levando em consideração que o novo presidente norte-americano está prestes a assumir funções, eu acredito que não há base alguma para acreditar que estas decisões [de reforçar a presença da OTAN no Leste europeu e no mar Negro], que são verdadeiramente conflituosas, que exercerão pressão sobre a Rússia, não serão postas em prática. Elas serão executadas, pois a burocracia da OTAN não permitirá que não sejam", acrescentou o diplomata.

    Mais:

    Confronto de Titãs: as 10 armas mais perigosas da Rússia e da OTAN
    Tags:
    Marinha, OTAN, Donald Trump, mar Negro, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar