13:43 04 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    533
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, anunciou um fechamento de três dias da fronteira com a Colômbia para combater os negócios ilegais na região fronteiriça.

    A ação faz partes das medidas adotadas pelo governo para combater o contrabando de notas de 100 bolívares. 

    Em discurso transmitido na televisão e rádio, o presidente venezuelano declarou que a medida estará vigente por 72 horas. 

    "No uso das minhas faculdades constitucionais e através desse decreto de emergência econômica, decidi tirar de circulação os bilhetes de 100 bolívares nas próximas 72 horas", disse Maduro. 

    Anteriormente, o presidente venezuelano havia anunciado a retirada de circulação das cédulas, afirmando que haveria uma grande extração das notas para as mãos de máfias na Colômbia.

    A fronteira entre os dois países ficou fechada por vários meses este ano, sendo reaberta em agosto para aliviar a situação de escassez enfrentada pelos venezuelanos devido à crise política e econômica em seu país. Muitos venezuelanos usam a fronteira com cidades fronteiriças colombianas para adquirir produtos.

    Mais:

    Reaberta fronteira entre Colômbia e Venezuela
    Venezuela e Colômbia cada vez mais perto de reabrir fronteira
    Colômbia pode abrir parte da fronteira para ajudar Venezuela
    Colômbia e Venezuela reestabelecem embaixadores
    Tags:
    máfia, contrabando, medidas, fronteira, Nicolas Maduro, Colômbia, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar