19:12 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Ex-representante dos EUA na ONU, John Bolton, discursa na Convenção NRA, 2013 (foto de arquivo)

    Ataques hacker ‘russos’ aos EUA podem ter sido obra da própria inteligência americana

    © AFP 2017/ Karen BLEIER
    Mundo
    URL curta
    182438202

    John Bolton, que vinha sendo apontado como candidato ao cargo de chefe do Departamento dos EUA na administração de Trump, sugeriu que a suposta “intervenção da Rússia” no sistema eleitoral americano através de ataques hacker pode ter sido uma provocação dos próprios serviços de inteligência dos EUA.

    A declaração foi feita por Bolton, que ocupou o cargo de representante permanente dos EUA na ONU, numa entrevista à Fox News neste domingo (11).

    “Se os russos ou algum outro governo estrangeiro pensam serem capazes de corromper as nossas eleições ou destruir o nosso processo constitucional, trata-se de uma agressão tão séria quanto um ataque militar… Mas nos gostaríamos de saber quem mais poderia querer influenciar as eleições e por que eles teriam deixado “impressões digitais” que incriminam os russos. Quero dizer que antes de sabermos como a comunidade de inteligência chegou a esta conclusão, nós não sabemos se essas ações foram de fato inspiradas por russos ou se tratou-se de uma ‘operação de bandeira falsa’”, explicou Bolton.

    De acordo com a definição, a “operação de bandeira falsa” trata de uma operação conduzida por governos, corporações, indivíduos ou outras organizações que aparentam ser realizadas pelo inimigo, de modo a tirar partido das consequências resultantes.

    Bolton destacou, no entanto, tratar-se apenas de uma hipótese, e que tal arranjo dos fatos não está nada claro para ele.

    “Tenho a certeza de que os russos têm tanto condições como intenções [de intervir] e não tento de maneira alguma justificá-los. E, se eles fizeram isso, é preciso ser bem claro que precisamos nos vingar” – frisou o político.

    Leia também: CIA volta a acusar Rússia de ciberataques levando Trump a ironizar

    Mais:

    Ataque hacker a 5 maiores bancos russos é rechaçado
    WikiLeaks pede fim da onda de ataques hacker nos EUA
    Casa Branca comemora prisão de hacker russo na República Tcheca
    Tags:
    ataque de bandeira falsa, inteligência, provocação, ataque hacker, John Bolton, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik