16:35 21 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    O ministro da Defesa do Reino Unido, Michael Fallon, durante uma conferência na Cingapura

    Rússia não pode ser tratada como um igual – ministro da Defesa britânico

    © AP Photo/ Wong Maye-E
    Mundo
    URL curta
    454323542

    O ministro da Defesa da Grã-Bretanha, Michael Fallon, declarou em entrevista à BBC que a Rússia não deve ser tratada de igual pra igual enquanto parceiro.

    Fallon saudou a indicação de Jame Mattis para o cargo de chefe do Pentágono na futura administração do presidente eleito Donald Trump, pelo fato dele estar disposto a defender os países-membros da OTAN da possível “agressão russa” e de, ao mesmo tempo, aliviar as tensões nas relações com Moscou.

    O ministro britânico garantiu que, em parceria com Mattis, “dará continuidade à busca de um acordo sobre Síria junto da Rússia”. No entanto, nas suas palavras, “a Rússia não pode ser tratado como um igual, Rússia é um rival estratégico para o Ocidente”.

    “É claro que existem assuntos que somos obrigados a tratar com a Rússia para aliviar as tensões (…) e para convencê-la a usar sua influência em lugares onde ela é muito grande, e um desses países é a Síria. Mas não é uma situação em que tudo está bem…” – declarou Fallon.

    A Rússia tem sido constantemente acusada de bombardear alvos civis na Síria e de provocar baixas entre população civil daquele país. Nenhuma, no entanto, jamais chegou a ser apresentada para sustentar estas acusações. Moscou, por sua vez, garante que todos os seus ataques são minuciosamente estudados e dirigidos unicamente contra posições de grupos terroristas no país árabe.

    Mais:

    Veja como civis deixam Aleppo através de corredor humanitário
    Rússia: 50 mil civis saíram de Aleppo oriental em dois dias
    Bombardeios da coalizão liderada pelos EUA matam 20 civis sírios em Raqqa
    Tags:
    parceria, parceiro, Michael Fallon, Rússia, Grã-Bretanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik