02:36 23 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Fumaça na cidade de Mossul, Iraque (foto de arquivo)

    Coalizão, liderada pelos EUA, bombardeou hospital do Daesh em Mossul

    © REUTERS / Air Jalal
    Mundo
    URL curta
    Ofensiva de Mossul (96)
    1348

    A coalizão internacional, liderada pelos EUA, realizou um ataque aéreo contra o hospital Al-Salem, na parte oriental de Mossul, que estava sendo usado como base de terroristas do grupo Daesh, informou na noite desta quarta-feira o comando da coalizão.

    Segundo a informação do comando, alguns prédios do hospital foram ocupados na terça-feira pelas forças de segurança do Iraque, que repeliram alguns contra-ataques dos jihadistas. Na quarta-feira, o inimigo continuou a ofensiva, com uso de metralhadoras pesadas e lançadores de granadas. Desse modo, os militares iraquianos decidiram solicitar apoio aéreo da coalizão.

    “Com objetivo de apoiar as forças de segurança do Iraque, a força aérea da coalizão realizou ataque pontual, cujo alvo eram os combatentes inimigos, que estavam atacando as tropas iraquianas”, informou o comunicado à imprensa. 

    O documento não apontou o local exato do ataque, mas o título do comunicado é: “Coalizão realiza ataque aéreo ao hospital em Mossul”.

    O número de mortos e de feridos não foi revelado.

    Tema:
    Ofensiva de Mossul (96)

    Mais:

    Pontes flutuantes soviéticas salvam operação em Mossul
    Vice-chanceler russo: expulsão de terroristas de Mossul e Raqqa é imprescindível
    Daesh prende lojistas por aumentarem preços em Mossul
    Comandos de elite iraquianos matam cerca de 1.000 terroristas na operação de Mossul
    Unidades iraquianas libertam mais de 600 mil residentes de Mossul
    Tags:
    ataque aéreo, coalizão internacional, Daesh, Iraque, Mossul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik