13:24 18 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Avião da Lamia

    Diretor geral da LaMia foi detido na Bolívia

    Reprodução / Facebook Lamia
    Mundo
    URL curta
    Queda do avião com Chapecoense (73)
    0 40

    O diretor geral da companhia aérea LaMia, Gustavo Vargas Gamboa, foi detido na Bolívia, juntamente com dois funcionários da empresa, e foi levado à procuradoria de Santa Cruz, segundo informou nesta terça-feira a imprensa local.

    Imagens do resgate do acidente com a equipe da Chapecoense
    Reprodução / twitter Departamento de Polícia de Antioquia
    A aeronave da companhia caiu na Colômbia, na terça-feira passada, há 50 quilómetros de Medelín. A bordo do avião estavam 77 pessoas — 10 membros da tripulação e 68 passageiros, incluindo os jogadores e membros da equipe do Chapecoense. 

    “Foi emitido um mandado de prisão para o chefe da companhia e mandado de apreensão de documentos. No total, seis pessoas estão sendo investigadas e três delas serão detidas”, informou uma fonte na procuradoria à agência ABI.

    Segundo o procurador, o sócio da LaMia, Marco Antonio Rocha Venegas, também está sendo investigado. O terceiro sócio da empresa, Miguel Quiroga, morreu no acidente.

    Mais cedo, o presidente da Bolívia, Evo Morales, admitiu que Vargas Gamboa já teria sido seu piloto particular.

    Tema:
    Queda do avião com Chapecoense (73)

    Mais:

    Funcionária da AASANA é denunciada por não reportar mudanças em voo da Chapecoense
    Plano de voo da Chapecoense estava errado desde o início
    Autoridades colombianas investigam por que avião da Chapecoense estava sem combustível
    Tags:
    investigação, LaMia, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik