23:30 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Crianças no corredor humanitário na parte leste de Aleppo, na Síria

    ONU: mais de 30 mil pessoas deixaram Aleppo durante operação das tropas sírias

    © Sputnik / Mikhael Alaeddin
    Mundo
    URL curta
    131
    Nos siga no

    Mais de 30 mil pessoas deixaram os bairros de Aleppo durante a operação das tropas governamentais para liberar a cidade do controle de grupos terroristas, informou O porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric.

    Segundo as avaliações da ONU. até 31,5 mil pessoas foram deslocadas de bairros de Aleppo oriental, cujo controle foi retomado pelo governo da Síria.

    O representante da ONU destacou que, em linhas gerais, a situação humanitária em Aleppo continua piorando.

    Durante os últimos meses, a situação em Aleppo tem se deteriorado. Pesados combates estão em curso na cidade e nos seus arredores. Grupos terroristas, ligadas à Frente al-Nusra, estão impedindo a saída da população civil nos bairros orientais e atacam os corredores humanitários.  

    Segundo as avaliações do enviado especial da ONU para Síria, Staffan de Mistura, as tropas de Damasco conseguiram retomar cerca de 40% do território de Aleppo das forças de oposição armada.

    A ONU e as agências humanitárias, segundo Dujarric, estão ampliando o plano de ajuda humanitária em Aleppo, oferecendo abrigo, alimentos e atendimento médico aos refugiados. No entanto, a ONU prevê a chegada de mais refugiados de Aleppo oriental, em função da proximidade do inverno. Dujarric alertou que a ONU não poderá absorver os novos refugiados, cujo número está estimado em muitos milhares, pois os abrigos da organização já estão cheios, ou não estão adaptados às condições de inverno.

    Mais:

    Rússia e Irã ajudam residentes de Aleppo
    Por que exército sírio pretende libertar Aleppo antes da posse de Trump?
    Lavrov: criação do 'Exército de Aleppo' pode ser mais um rebranding da Frente al-Nusra
    Lavrov: Rússia ajuda governo sírio a evitar bloqueio à saída de civis de Aleppo
    EUA não entregam ajuda a Aleppo e culpam Rússia
    Tags:
    refugiados, Frente al-Nusra, ONU, Staffan de Mistura, Stephane Dujarric, Síria, Aleppo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar