21:57 28 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    33166
    Nos siga no

    A chanceler da Venezuela, Delzy Rodriguez, afirmou nesta sexta-feira (2) que a decisão dos países fundadores do Mercosul de suspender os direitos do país a ser estado-membro supõe um 'golpe de estado'.

    "É um golpe de Estado no Mercosul, e isso constituiria uma agressão à Venezuela de dimensões realmente grandes", afirmou a ministra das Relações Exteriores em coletiva de imprensa.   

    Ela acrescentou que a Venezuela continuará a ser um Estado-membro do Mercosul, uma vez que não foi notificada a suspensão conforme as regras do bloco.

    Os ministros das Relações Exteriores dos países fundadores do Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) fizeram um comunicado suspendendo a Venezuela por não cumprir os acordos de adesão ao bloco. 

    O chanceler brasileiro, José Serra, confirmou nesta sexta-feira (2) a suspensão da Venezuela do Mercosul. Segundo ele, isso "já tinha sido anunciado se [a Venezuela] não cumprisse certos requisitos, e foi". 

    Mais:

    Mercosul pode dar à Venezuela uma segunda chance, opina especialista
    Deputado: exclusão da Venezuela do Mercosul criaria precedente muito perigoso
    Venezuela é suspensa do Mercosul por não cumprir obrigações do bloco
    Maduro pedirá que Obama derrube decreto contra Venezuela antes de deixar o poder
    Tags:
    bloco, Estado, agressão, suspensão, golpe, acordo, Mercosul, José Serra, Delcy Rodriguez, Paraguai, Uruguai, Venezuela, Argentina, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar