01:20 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    8211
    Nos siga no

    A impressão é que alguns querem manter partes de Aleppo sob o controle da Frente al-Nusra e isso é inaceitável, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, ao discursar durante a conferência "MED-Rome Mediterranean Dialogues".

    O ministro lembrou que, há algum tempo, o enviado especial da ONU para Síria, Staffan de Mistura, propôs a retirada dos militantes da Frente al-Nusra de Aleppo, sem deposição de armas. Moscou, na ocasião, apoiou a proposta, "apesar de colocarmos o combate ao terrorismo em primeiro lugar".   

    "Mas nós apoiamos ele (de Mistura), pois queríamos salvar vidas. Isso significava que os militantes da Frente al-Nusra deixariam Aleppo e o combate com eles continuaria em outros locais. Esse acordo ajudaria a população civil. A proposta não foi apoiada por alguns países e tenho todos os motivos para pensar que isso foi feito para atender a vontade de alguém que deseja uma parte de Aleppo sob o controle da Frente al-Nusra, o que é inaceitável", concluiu Lavrov.

    Mais:

    Lavrov: Rússia cooperará com Trump no combate ao terrorismo
    Rússia e Irã ajudam residentes de Aleppo
    Por que exército sírio pretende libertar Aleppo antes da posse de Trump?
    Tags:
    terrorismo, Frente al-Nusra, Staffan de Mistura, Sergei Lavrov, Rússia, Síria, Aleppo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar